fbpx
TEAM BUILDING
5 de agosto de 2019
Rio Grande do Sul tem 2,4 milhões de empreendedores
11 de setembro de 2019

TEvEP

Metodologia criada por Eduardo Shana, pesquisador e diretor acadêmico da HomoSapiens escola de planejamento. É um método de planejamento para fazer acontecer. Ele funciona como um “protocolo” de comunicação entre as pessoas e facilita a organização das informações e a mobilização de recursos.

A pessoa, utilizando o TEvEP se sente capaz de perceber, em um só olhar, as conexões entre as partes, as partes desconectadas e a maneira de reconfigurar e fazer novas conexões para valorizar o evento.

O TEvEP é uma conjugação de Tempo/Evento/Espaço e Pessoas. Estes são os quatro princípios de um evento. O tempo é o fio condutor onde penduramos os nossos eventos. Os eventos sejam eles pessoais sociais ou profissionais, precisam ter significado para as pessoas e podem causar conforto ou desconforto.

Cada evento tem um “código genético” que faz com que o seu significado atenda às inerências e as expectativas das pessoas impactadas por ele.  Ao longo da vida já recebemos os eventos “prontos” e não somos estimulados a pensar no DNA de cada um ou conferir mentalmente um evento antes de decidirmos participar dele, por isso, frequentemente, entramos em eventos incompletos como banhos sem toalha ou sem sabonete. Estas inconsistências tendem a se reproduzir nos mais diversos eventos e causar desconfortos e riscos pessoais, sociais e profissionais.

O TEvEP é uma ferramenta que pode ser utilizada para revisar e melhorar eventos pessoais e sistemas de comunidades produtivas.

Com perguntas específicas cada pessoa pode começar a enxergar as lacunas e as oportunidades nos eventos à sua volta gerando compreensão  das prioridades e das complexidades  e permitindo mudanças nos sistemas aos quais cada um está inserido. Com isso os desperdícios diminuem e os níveis de conscientização aumentam pois muitas pessoas se habilitam a mapear as lacunas de um sistema e reduzir os desconfortos.

Pela sua portabilidade, simplicidade, conectividade e aplicabilidade, o TEvEP atinge pessoas de 6 a 96 anos e tem resultados comprovados em organizações de pequeno, médio e grande porte e em projetos de baixa ou alta complexidade.

O TEvEP se adapta a situações tão diferentes exatamente porque permite uma releitura sobre o que enxergamos como processos lineares que passam a ser vistos como eventos dinâmicos e entrelaçados. Os “gabaritos” provocados pelo TEvEP direcionam modularmente os pensamentos divergentes para os eixos de conforto das conexões entre diferentes eventos.

Noticia publicada no site: http://www.tevep.net/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buy now